Teoria Musical

Campo Harmônico

Como vimos em outros artigos, a escala determina quais notas vamos usar em determinada canção, levando em consideração a sua tonalidade. Neste artigo, iremos ver que, da mesma forma que temos métodos para aplicar nota numa música, temos métodos para usarmos os acordes em sua composição.

Isso significa que uma música na tonalidade “X” vai ter os acordes certos que o compositor pode usar nela, isto é o que conhecemos como campo harmônico.

Temos centenas de milhares de acordes que podemos construir, sem uma “lei” para usá-los, ficaria quase impossível você conseguir “pegar” uma música. É normal os iniciantes no violão ficarem em dúvida em relação os acordes presentes em determinada música.

Sem o campo harmônico você teria que fazer basicamente iguais os softwares que quebram senha, ir mediante infinitas tentativas até encontrar o acorde que está sendo usado naquela canção.

Composição Musical

Para compor uma música, temos definido quais notas são possíveis de serem usadas dentro de cada tom, dando origem as escalas diatônicas. Analisando as notas destas escalas, foi possível elaborar o grupo de acordes que pertencem a mesma tonalidade, surgindo assim o campo harmônico.

A escala de DÓ, por exemplo, é composto pelas seguintes notas:

Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si

Logo, a partir destas notas da escala de DÓ que criaremos o campo harmônico (com os acordes pertencentes) de DÓ. Antes, vamos falar um pouco sobre tríades da tonalidade, antes de avançarmos para os acordes com sétima e tétrades.

A fim de facilitar a sua compreensão, vou mostrar aqui o método certo para conseguir as tríades e posteriormente explico como montar o campo harmônico.

Montando Campo Harmônico

Na hora de criar o campo harmônico de uma tonalidade, necessitamos criar tríades com intervalos de terças no meio de cada nota composta na escala. Para esclarecer, a terça se refere a 2 notas após a nota de referência.

Veja, se você executar o DÓ, logo a terça dessa nota seria o MI, isto é, 2 notas depois do DÓ (nota de referência).

Quando você chega na nota MI, você faz mais um salto de terça e obterá a nota SOL. Também usaremos a tônica e a estrutura ficará T > 3 > 5, sendo possível usar somente notas que compõem a escala da tonalidade em que você está.

Como o exemplo aqui foi o DÓ, todas as notas que você usar precisa estar presente na escala de Dó. Bom, este artigo foi bastante rápido apenas para introduzir o conteúdo sobre a formação do campo harmônico.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.