Teoria Musical

Entenda o Que é Sustenido e Bemol

Se você certamente já ouviu alguém dizendo algo sobre sustenido e bemol, certo? Por exemplo, dó sustenido (C#), sim bemol (Bb), etc.

Aqui neste post vamos entender qual o real significado destes 2 acidentes musicais. O termo acidente é empregado aqui, pois quando uma nota natural (sem modificações) sofre um “acidente” sustenido ou bemol a sua sonoridade e tom musical irá mudar completamente.

Já conversamos em outro post que a distância entre a nota DÓ e RÉ, por exemplo, temos o intervalo de 1 tom. Agora imagine se você elevar a nota DO somente a meio tom ao invés de 1 tom inteiro. Isso vai te dar a nota dó sustenido, ou seja, ela vai subir apenas ½ tom.

Entenda o Que é Sustenido e Bemol na Música

As Notas Intermediárias

Podemos considerar as notas obtidas entre o intervalo de 1 tom como intermediárias. Quando você toca a nota DÓ e a eleva somente o suficiente para torna-la um pouco aguda, não a ponto de alcançar a nota RÉ.

Logo, seguindo esse raciocínio, teremos o seguinte.

  • Dó + ½ tom = Dó sustenido
  • Dó + 1 tom = Ré
  • Sol + ½ tom = Sol sustenido
  • Sol + 1 tom = Lá

Então, toda vez em que você tocar uma nota natural e aumentar meio tom, você irá obter uma nota acidentada, que agora sabemos que se chama sustenida.

Traduzindo do latim, o temo sustenido significa sustentado, uma vez que se trata do fruto da elevação de meio tom de uma nota natural, cujo símbolo nas cifras é representado pelo (#).

Abaixo está a lista completas das 12 notas musicais.

  • Dó #
  • Ré #
  • Mi
  • Fá #
  • Sol
  • Sol #
  • Lá #
  • Si

Podemos perceber as notas MI e Si são as únicas sem o sustenido, isso porque o intervalo entre elas e a nota seguinte, naturalmente já é de apenas ½ tom. As 12 notas listadas acima são conhecidas como escala cromática, que são todas as 12 notas contendo apenas mio tom entre cada uma delas.

O Acidente Bemol

Nesse momento você já compreende que se aumentar meio tom em uma nota natural você obterá o sustenido da nota que está tocando (exceto com o MI e SI), lembra?)

O bemol é representado pela letra B minúscula (b) e tem o sentido oposto ao sustenido, ou seja, ao invés de você aumentar o tom, para chegar ao bemol precisamos diminuir meio tom.

Veja esse exemplo:

  • Lá mais ½ tom = Lá sustenido
  • Lá menos ½ tom = Lá bemol
  • Ré mais ½ tom = Ré sustenido
  • Ré menos ½ tom = Ré bemol

Uma ressalva importante. Assim como as notas MI e Si não possuem sustenido, no caso do bemol as notas FÁ E DÓ não têm bemol.

Motivo:

Lembra que naturalmente entre a nota MI e FÁ temos o  intervalo de ½ tom apenas? Então, se você tocar o MI e subir ½ tom obterá a nota FÁ, esse é o motivo. O mesmo vale para o FÁ e diminuir ½ tom, chegará automaticamente no Mi e não em um FAb (que não existe).

Essa mesmo lógica se aplica nos casos das notas SI e DÓ.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.