Luthier: Uma Profissão Artística

Luthier: Uma Profissão Artística

Certamente você já escutou a palavra Luthier e provavelmente sabe que é um profissional que constrói e/ou faz reparos em instrumentos musicais.

Mas um luthier vai muito além disso…

O termo luthier vem do francês, deriva de luth, que quer dizer alaúde, um antigo instrumento de cordas que existe possivelmente desde antes mesmo da era cristã.

O termo é designado ao profissional que atua especialmente com instrumentos de cordas, entretanto, atualmente está popularmente conhecido como o profissional que repara ou constrói instrumentos musicais.

Da mesma maneira que levamos nosso veículo a um mecânico em que confiamos ou a uma concessionária credenciada, os músicos também escolhem um luthier para cuidar dos seus instrumentos.

Normalmente conhecemos tais profissionais mediante a recomendação de algum amigo e assim, conhecemos mais de um profissional. Tal conhecimento nos dá a habilidade de avaliar e optar por aquele luthier que mais nos cativou com sua arte.

Um excelente luthier, no geral, é apaixonado pela música e pelos instrumentos aos quais ele trabalha, sendo capaz de compreender que no momento que um músico encaminha seu instrumento para realizar um conserto, reservadas as devidas proporções, é comparado ao ato de levar um animal de estimação ao veterinário, pois para ele, seu instrumento é a sua ferramenta de trabalho, é o que lhe satisfaz e lhe dá um enorme prazer e felicidade.

A Importância do Luthier

A profissão da luthieria é uma profissão bastante interessante, uma profissão artística muito bonita. Por exemplo, a construção do violino que envolve o arco, feito com uma madeira chamada Pau Brasil, que  embora seja uma madeira proibida no corte, nós  somos o país que temos a melhor madeira para  confecção de arcos  para violino.

A lutheria é uma profissão bastante interessante porque ela dá muita satisfação pessoal, onde você desenvolve um feeling artístico pessoal.

O interessante atualmente da luthieria é que com o crescente número de orquestras que nós temos, existe a necessidade de profissionais que atuem no mercado, tanto construindo instrumentos novos como restaurando os instrumentos antigos que são usados pelas orquestras, e dando manutenção também, troca de cavalete, troca de alma, colocação de barra harmônica, troca de crina, de cerdas do arco e muito mais.

É uma profissão que creio que esteja em expansão, principalmente agora com o mercado chinês que se fala de milhões de pessoas tocando o instrumento, nós vamos precisar de muitos instrumentos não só aqui no Brasil, mas, mundialmente falando. 

Existem luthiers aqui no Brasil que conseguem exportar instrumentos pra fora, e produzir instrumentos de primeira qualidade. 

O Mercado de Instrumentos

E hoje em dia estamos importando muitos violinos da China para serem usados aqui em conservatórios, então nos temos muitos  instrumentos chineses chegando ao Brasil a um preço muito barato e isso trás um outro campo também que o violino chinês chegando aqui ele precisa de uma manutenção,  ser feito a montagem, ser deixado em condições de ser usado. 

violino chinês tocando com estilo

Porque eles normalmente chegam com uma montagem que não são adequadas ao músico.  Então existem muitos luthiers hoje que trabalham aqui no Brasil apenas adaptando os violinos chineses para serem usados

E com o grande número de pessoas estudando em conservatórios justamente por causa do preço  baixo dos instrumentos chineses, todas as categorias superiores de instrumentos, por exemplo, uma pessoa começa tocando com um violino chinês, ele paga por um instrumento desse, digamos trezentos reais.

Passado anos ele começa a sentir a necessidade de um instrumento melhor, esse instrumento melhor justamente vai ser produzido por um artesão que faz esse instrumento manualmente, logo, já entra a profissão de luthier. 

Então essa parte inicial que foi dada pela luthieria chinesa de indústria de grande quantidade e grande porte  que está chegando no nosso Brasil em grande quantidade. 

Justamente dar o início para as pessoas aprenderem a gostar do violino, e gostar de música clássica, e com isso, todas as outras categorias superiores acabam acontecendo por necessidade de mercado. 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.